Procedimentos para requerer a aposentadoria em 2023

Sumário

O pedido de aposentadoria é um dos momentos mais aguardados pelos segurados, no entanto, é importante checar alguns requisitos e funcionalidades no momento de realizar o requerimento pelo portal digital ​Meu INSS​.

Iremos explicar um passo-a-passo de como realizar o requerimento de aposentadoria excluindo a necessidade de se dirigir a uma agência para realizar o agendamento físico.

Importante ressaltar que pela plataforma digital é possível que o segurado ou beneficiário da autarquia, tenha o acesso completo às informações de registros de trabalhos, acompanhar a situação de requerimentos, e até a possibilidade de entrar com recursos em situações de pedidos indeferidos sem justificativa contundente.

Cadastrar a senha de acesso

O primeiro passo para utilizar os serviços disponíveis no portal do INSS, é o cadastro da senha pessoal para o acesso na plataforma ou aplicativo (disponível para play store e apple store); para registrar a senha o cidadão precisa acessar o ​acesso.gov.br​, com o CPF em mãos, digitar na opção disponível e clicar em: ​“crie a sua conta”.

Após o preenchimento do documento, o indivíduo será redirecionado a página para completar as informações de dados pessoais.

  • Nome Completo;
  • Número de celular;
  • Nome completo da mãe;
  • Endereço;
  • Número de identificação do registrocivil (RG);
  • Outros:

Em determinadas situações o sistema pode apresentar perguntas para confirmar a sua identidade, como endereços antigos do cidadão, número de contato ou empresas em que o segurado já prestou serviços.

É de extrema importância cadastrar as informações corretamente, além de preencher telefone e e-mail utilizados com frequência, pois, a senha cadastrada será utilizada para todos os serviços do Governo Federal, disponíveis em plataformas online.

Apresente os documentos corretamente para a concessão da aposentadoria

A reunião e apresentação dos documentos, é um passo extremamente importante para ter o requerimento deferido. O INSS é exigente no momento da comprovação de informações, a documentação organizada em formatos de pdf, separadamente é essencial para apresentar seus registros com clareza.

Além, dos documentos de identificação civil como, CPF, identidade e certidão de nascimento, ou casamento a depender do estado civil do segurado, a carteira de trabalho, também não pode deixar de ser apresentada a Instituição.

É importante que a CTPS (Carteira de Trabalho), contenha todos os vínculos empregatícios expressos nas folhas, em determinadas situações o INSS, pode não ter cadastrado no sistema algum vínculo com determinada empresa, por esta razão, é essencial, provar através da carteira de trabalho a ligação profissional.

Outros documentos essenciais para a concessão do benefício:

  • ➢  CNIS: Conferir o Cadastro Nacional de Informações Sociais, disponível no Meu Inss, e expressa todas as suas contribuições, como tempo de recolhimento e o valor salarial do ano trabalhado.
  • ➢  Requerimento por escrito: na hipótese de atividade especial ou situação de insalubridade, o requerimento pode ser de extrema importância para a comprovação do serviço prestado. Além dos requerimentos, destacamos que o segurado com atividade especial precisa comprovar a situação através do Perfil Profissiográfico Previdenciário (PPP) a concessão da aposentadoria especial.
  • ➢  Comprovante de Residência: Documento que comprova o seu endereço nacional, ou seja, que o requerente é um residente no território brasileiro. Contas de água, gás, luz e IPTU são aceitos como comprovação de residência.

Aposentadoria para segurados em atividade especial e rural, como comprovar?

Além dos documentos acima citados, os segurados em atividade especial ou rural, também precisam, comprovar outros certificados ao INSS, para a concessão sucedida do benefício.

Como citamos no item anterior o PPP é um dos documentos comprobatórios para os segurados de atividade especial, na certidão consta todos os períodos exercidos em serviços na situação especial ou de insalubridade, garantindo ao beneficiário o Direito à aposentadoria especial.

Na hipótese, de trabalhador autônomo o Laudo Técnico de Condições do Ambiente de Trabalho, também precisa ser emitido para comprovar as condições de insalubridade ou atividades com manipulação e exposição a agentes químicos, físicos e biológicos, ​aqui​ você tem acesso, todas as informações sobre aposentadoria na atividade especial.

Contudo, na atividade rural, o cidadão em regime de segurado especial, pode comprovar o seu tempo de contribuição na zona rural, através de formulário autenticada em órgão do seu município ou estado do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural, também exemplificamos a aposentadoria rural neste ​artigo​, clique aqui.

Como requerer aposentadoria no MEU INSS?

Como descrito no primeiro passo, com o CPF e a senha cadastrada logadas na plataforma ou aplicativo da autarquia, chegou o momento para solicitar a sua aposentadoria, o portal do Instituto, é visual e compreensível para a população, na primeira página o segurado já pode visualizar os serviços em destaque como: ​“pedir aposentadoria”​.

Ao clicar no item, o segurado é direcionado a tela com todos os serviços disponíveis para a aposentadoria, como simulação, e a solicitação separada por categorias do benefício, como tempo de contribuição, aposentadoria rural e aposentadoria para deficientes, o cidadão deve pressionar na modalidade de benefício escolhido para a concessão.

O sistema poderá solicitar a atualização de informações, se considerar necessário, sempre atualize para garantir o contato, o próximo passo indicado é responder o questionário do Meu INSS, questionando se o segurado completou todo o requerimento para abrir o pedido.

Após a reafirmação que está de acordo com todos os requisitos exigidos para se tornar um aposentado do INSS, a tela irá avançar para a apresentação dos documentos.

Como citado no passo 2, os documentos precisam estar legíveis e digitalizados em PDF, organize todas as certidões para evitar contratempos e pedido indeferido na autarquia.

Com os documentos anexados, uma nova tela ficará disponível para completar com o CEP da sua residência já cadastrada anteriormente no MEU INSS e no documento de comprovante de residência, após preencher o seu CEP, é necessário escolher uma agência da autarquia mais próxima para eventuais perícias, presencial.

  • ❏  Ao seguir todos os passos corretamente, acima, a página do INSS, vai direcionar o segurado ao preenchimento das informações bancárias para o depósito do benefício. Por último será apresentado o documento de resumo de todos os dados informados, mantenha a atenção para corrigir os últimos detalhes.
  • ❏  Verificou tudo correto? Aguarde o resultado na plataforma.

Destacamos que você pode optar por conversar com seu advogado previdenciário de confiança para a reunião de documentos e eventuais dificuldades para abrir o requerimento, lembre-se também que o INSS disponibiliza o 135 para o atendimento remoto.

 

 

Compartilhe essas informações com uma pessoa que precisa saber:

Basta clicar no botão aqui embaixo e encaminhar para o Whatsapp desta pessoa.

Compartilhar Artigo
Search
Compartilhar Artigo
Compartilhar Artigo
compartilhar Artigo
Categorias

NÃO SAIA com dúvidas, converse por mensagem com nosso especialista.

Faça como outras pessoas e solicite uma avaliação do seu caso para saber qual caminho tomar.

Dados protegidos

×